Rinotraqueíte Infecciosa Felina: O que é e como prevenir

Você com certeza já deve ter ouvido falar sobre a ‘gripe do gato’, não é mesmo? Semelhante à gripe humana, a rinotraqueíte infecciosa felina, se não cuidada, pode evoluir para uma pneumonia, por isso, a vacinação é altamente recomendada.

Pelo fato de nós do Lilicão Pet Store termos o dever de deixá-lo informado sobre como cuidar do seu amiguinho. Hoje conheceremos sobre o vírus que acomete cerca de 40% dos gatos e, se não tratada de forma precoce, pode atingir além dos pulmões, o cérebro do seu bichano.

Por isso, fique com a gente até o final dessa leitura e saiba mais sobre:

  • O que é a rinotraqueíte infecciosa felina
  • Qual o tempo de duração no organismo
  • Quais os sintomas e formas de prevenção

Boa leitura!

Rinotraqueíte Infecciosa Felina o que é?

Conhecida também como a ‘gripe do gato’, a rinotraqueíte infecciosa felina é um vírus do qual atinge todo o aparelho respiratório do seu gatinho. Caso seu filhote não seja vacinado, para ele é altamente fatal, sendo o herpesvírus felino o principal agente transmissor.

De acordo com estudos, 45% das infecções respiratórias são causadas pelo herpesvírus felino e o período para a identificação dos sintomas ocorre em até quinze dias.

Tempo de duração

Com o tratamento adequado a rinotraqueíte infecciosa felina dura no máximo três semanas. Do contrário, conforme a evolução da doença é possível identificar tumores na região dos olhos, no aparelho respiratório e também no cérebro do animal.

A transmissão do vírus ocorre por meio da saliva de um gato doente e pelo ar, através de secreções nasais e oculares. Também é possível que o contágio seja passado da mãe para o filhote durante a gestação, por isso a importância da gata, se não for castrada, ser vacinada.

Sintomas

Os sintomas de rinotraqueíte infecciosa felina são:

  • Emagrecimento
  • Febre
  • Apatia
  • Líquido na retina ocular (podendo causar cegueira)
  • Conjuntivite

Devido a semelhança com outras infecções respiratórias como o calicivírus, ao notar alguns destes sintomas vá diretamente ao veterinário e faça os testes necessários no seu gatinho.

Prevenção

Para prevenir a rinotraqueíte infecciosa felina é fundamental que seja aplicada a vacina V4 a partir dos 40 dias de vida do seu gatinho. Evite compartilhar bebedouros, comedouros ou caminhas com outros animais, e ainda mantenha o local limpo. O herpesvírus felino é facilmente combatido com a aplicação de álcool e detergente no ambiente.

Ressaltamos que, mesmo curados, gatos que foram vítimas da infecção podem se tornar portadores do vírus sem apresentar os sintomas. Por isso, a importância de manter seu gato sempre protegido e seguro dentro de casa por meio da castração e de telas nas portas e janelas.

Conclusão

Neste artigo, vimos que a rinotraqueíte infecciosa felina atinge cerca de 40% da população dos gatos. Que o período de apresentação dos sintomas é de até quinze dias e quando tratado de forma precoce, eles duram até três semanas.

Além disso, vimos que é importante manter seu animal castrado e protegido dentro de casa. Mesmo com a reabilitação do pet, o vírus pode circular no organismo de maneira assintomática e, assim, contaminar outros gatos.

Mas lembre-se! A melhor forma de prevenção, sempre será a manutenção das vacinas obrigatórias do seu gatinho.

Quer evitar que seu gato fique doente? Então venha para o Lilicão Pet Store.

Com profissionais experientes, nós fazemos um check up completo no seu amiguinho para certificar de que não existem problemas. E ainda, vacinação, alimentação e acessórios para mantê-lo saudável e seguro. Além disso, contamos com internações, cirurgias e laboratórios 24h.

Gostou deste artigo?

Então não deixe de nos visitar, curtir, comentar e compartilhar com os amigos.