Saiba o que é a Cinomose e como tratar

A princípio é importante deixar claro que a cinomose atinge apenas cães e outros animais carnívoros, entretanto, os gatos não são infectados.

Sabendo disso, hoje conheceremos mais sobre essa doença que afeta os cachorros e dependendo do grau pode trazer sequelas para o resto da vida ou até mesmo levá-lo à morte.

Por isso, leia este artigo até o final e descubra:

  • O que é Cinomose.
  • Quais os sintomas.
  • Prevenção
  • Tratamento

E não se esqueça: sempre que perceber alguma diferença em seu pet, leve-o diretamente a um profissional qualificado.

Boa leitura!

Conhecendo a cinomose.

A cinomose é um vírus da família Paramyxoviridae e foi descoberto na Europa no século 19, porém a vacina foi criada apenas um século depois devido ao crescente número de óbitos. De acordo com pesquisas, na cidade de Madri, num único dia, 900 cães foram mortos pela doença.

Não existe um perfil para identificar qual raça ou sexo tem maior tendência para contrair o vírus. Entretanto, foi identificado que cães filhotes e idosos têm predisposição a serem infectados devido a baixa imunidade.

Além disso, estima-se que 75% dos cães são portadores da doença de forma assintomática, ou seja, sem a presença dos sintomas.

A infecção ocorre por meio das fezes, urina, via oral, respiratória e até mesmo pelo olho. Sendo que em 10 dias, é possível identificar o vírus através do sangue.

Quais os sintomas da cinomose.

Conforme vimos anteriormente, a maioria dos cães não apresentam sintomas, por isso é importante que você mantenha a prevenção. E ainda, quando apresentados, eles se confundem com outras doenças.

Mas, isso não significa que não traremos os sintomas mais comuns e são eles:

  • Febre
  • Vômito
  • Diarreia
  • Dificuldade em respirar
  • Conjuntivite

Evolução da Cinomose no Organismo

PeríodoSintomas
2º e 6º diaFebre
8º e 9º diaApatia
Emagrecimento
Conjuntivite
A partir do 9º diaTranstorno neurológico
Fonte: Encontro Científico Cultural Interinstitucional

Agora que você conhece a evolução da doença, é fundamental que no primeiro sinal leve seu amigo ao veterinário.

Prevenção

O período de infecção ocorre entre 60 a 90 dias após o nascimento do pet, o que torna a prevenção mais fácil do que se pode imaginar.

Ao nascer, o filhote recebe a imunidade da mãe que, de acordo com estudos, vai até a 4ª semana, após esse período se inicia a vacinação que deve ocorrer até a 16ª semana.

Ou seja, o pet deve ser vacinado, no máximo, em até 60 dias após o nascimento, para evitar não somente a cinomose, mas também a leptospirose, parvovirose e outros.

E ainda, mantenha o ambiente que seu pet vive, limpo. Pois conforme pesquisas usando desinfetantes à base de amônia já é possível conservar a limpeza do local.

Tratamento

O único tratamento eficaz contra a cinomose é a vacina que deve ser feita desde o nascimento e renovada a cada um ano.

Porém, na hipótese do seu pet ter contraído o vírus é recomendável que, durante o tratamento, o pet seja alimentado com comidas leves e ricas em vitaminas para adquirir imunidade.

Veja aqui quais alimentos seu pet pode comer. 

Além do mais, na hipótese de sequelas neurológicas, como a presença de impulsos voluntários dos músculos, recomenda-se acupuntura.

No artigo de hoje conhecemos a cinomose, um vírus contraído por cães filhotes e idosos.

Descobrimos que o contágio acontece por meio do contato direto com as secreções do animal infectado e que se não tratado de forma precoce, pode levar à morte.

Além do mais, vimos também que os filhotes devem ser vacinados em até 60 dias após o nascimento. Pois a partir disso ele se torna vulnerável e pode contrair não apenas a cinomose, mas diversas outras doenças.

O Lilicão Pet Store é preocupado com a saúde e bem-estar do seu pet, por isso, contamos com profissionais qualificados para identificar esse e outros males que prejudicam seu cachorro.

Com atendimento 24 horas, aqui, temos uma equipe de profissionais experientes que cuidarão muito bem do seu amiguinho. Além de contar com laboratórios, internações, farmácia e cirurgias.

Gostou desse artigo?

Então, não deixe de nos visitar, curtir, comentar e compartilhar com seus amigos.


Incluir link interno: “descubra como saber se seu cachorro está com febre”

Adicionar link: Saiba quais as 5 frutas que seu cachorro pode comer”